Nota de solidariedade a FAG e repúdio a invasão de sua sede pela polícia civil

A criminalização dos movimentos sociais/populares tem sido uma constante na história brasileira. Na atual conjuntura, em que o capital utiliza-se dos megaeventos para maximizar seus lucros, qualquer movimento ou organização política que se oponha a esse projeto político pode se tornar um alvo da polícia e do Estado. Além disso, historicamente, em tempos de mobilização e revolta popular, nota-se uma clara perseguição política a movimentos e organizações anarquistas, o que não é de hoje. Atualmente essa criminalização é movida em diversas frentes, tanto da mídia burguesa, vide Globo e Veja, como por políticos e representantes de Estado, como José Mariano Beltrame . Infelizmente, até mesmo setores do campo da esquerda tem comprado um discurso no sentido de estigmatizar e criminalizar @s anarquistas. Todo esse “coro político” não é por acaso, mas é fruto do fato de verem sua hegemonia ameaçada, tanto dos partidos da velha esquerda eleitoral e/ou institucional, como do Estado e da mídia burguesa.
Repudiamos com veemência a recente invasão da sede da FAG, bem como nos colocamos a disposição para ajudar os companheir@s processados no que for de nosso alcance.

Não a criminalização dos movimentos sociais! Não a perseguição das organizações anarquistas!
Pela anulação dos processos contra @s militantes da FAG!

Organização anarquista “Terra e Liberdade

Esta entrada foi publicada em Notas, Uncategorized e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Nota de solidariedade a FAG e repúdio a invasão de sua sede pela polícia civil

  1. Pingback: » [CAB] Chamada de solidariedade à Federação Anarquista Gaúcha Coletivo Anarquista Bandeira Negra

  2. Pingback: [CAB] Chamada de solidariedade à Federação Anarquista Gaúcha | Coletivo Anarquista Luta de Classe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.