Começaram no dia 3 de Maio as aulas de capoeira e teatro do oprimido na UERJ com a favela da Mangueira

capo2 No dia 3 de Maio o GEP UERJ, com a comunidade da mangueira, iniciaram as aulas de capoeira e a oficina de teatro do oprimido, que acontecerão todos os sábados na universidade.
A segurança do campi veio cobrar autorização para usar a concha acústica da universidade, que é pública, que deve servir à sociedade.
Enquanto isso, no teatro da universidade, acontecia uma reunião de treinamento com aqueles que vão trabalhar de graça na copa do mundo.
Vamos ver se entendemos: que a universidade sirva ao trabalho voluntário para a Fifa sem nenhuma consulta à sua comunidade, tá ok, sem problemas; agora, que a universidade sirva ao trabalho voluntário para as favelas ameaçadas, aí já é muito suspeito e precisa ser investigado…
Apesar disso, a atividade transcorreu normalmente e continuará ocorrendo todo sábado, de 10h às 12h.

capo2

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.