Liberdade para os anti-fascistas presos na Rússia

Anti-fascistas de Brest são condenados

Tornou-se pública a sentença de condenação do antifascista Dmitri Zvanko. Dmitri foi condenado a 5 anos de prisão numa colônia de segurança máxima. O julgamento foi realizado a portas fechadas , a pedido dos neonazistas. De acordo com uma testemunha ocular, no tribunal não foi permitida a entrada até mesmo da mãe do acusado, e as autoridades ameaçaram defensores dos direitos humanos e jornalistas.
Lembremos, Dmitry foi um dos presos no dia 09 de maio de 2013 entre os cinco antifascistas detidos por suspeita de envolvimento em uma briga com ultra-direitistas, que ocorreu na véspera. No início de julho 2013 Dmitry libertado da prisão , mas no final de novembro novamente preso.
Mais cedo, no dia 3 de março, houve a condenação de outro anti-fascista de Brest. Dmitri Stiechenko foi condenado a 4 anos de prisão e encaminhado a uma instituição para o cumprimento da pena .
Dmitri Stiechenko foi preso no dia 04 de outubro de 2013 por suspeita de envolvimento em uma briga com ultra-direitistas, que ocorreu no dia 8 de maio de 2013 De acordo com os investigadores, Dmitri era procurado, por isso foi preso apenas alguns meses. No entanto, foi-lhe apresentada uma acusação por outro episódio – no último verão, ele teria pretensamente ameaçado com uma faca alguns neo-fascistas (art. 339.3). Antes da emissão da sentença, ele já se encontrava preso, sendo lançado à sala do tribunal até ser direcionado para o o local de cumprimento da pena.

Fonte: Avtonom.org

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Liberdade para os anti-fascistas presos na Rússia

  1. Pingback: http://terraeliberdade.org/liberdade-para-os-anti-fascistas-presos-na-russia/ | Rebaixada

  2. Pingback: http://terraeliberdade.org/liberdade-para-os-anti-fascistas-presos-na-russia/ | Rebaixada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.