Documento de Fundação

Beixe nosso documento de fundação:
Texto OATL1º material da OATL

 Abaixo segue um trecho deste documento:

Palavra acesa (Nosso tempo)

Dezembro, 2011. Após o terceiro despejo sofrido pelo coletivo de moradores da Ocupação sem-teto Guerreiro urbano, no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro, militantes anarquistas começaram a se reunir e debater a construção de uma organização política especificamente anarquista que reunisse companheiras e companheiros ativos no movimento popular, estudantil e sindical. Batizados à ferro e noite, conhecendo, nos últimos anos, prisões, remoções, repressão e covardia, decidimos nos organizar. Não é uma vida medida à morte que queremos. Também não calamos ao som das pancadas, dos tiros na porta das casas, dos nossos mortos de fome, bala, polícia. Não paramos nunca. Terão que deitar nossas mãos, apagar nosso olho. Toda companheira morta, todo companheiro preso, toda casa demolida, toda greve reprimida, são as forças e o fogo que armamos noite e dia. Estamos acesos: corações cheios de pedras e vida.

Com a certeza de que uma nova sociedade nasce a cada luta, a cada confronto de rua, tomada de terra, e que toda batalha vitoriosa nasce sempre radical e livre, como uma flor crescendo da terra, não podíamos mais lançar mão da nossa união e fazer do necessário confronto uma derrota individual. Já haviam percebido os primeiros anarquistas que enquanto não estivermos organizados em um coletivo forte, com plena clareza do que queremos, unidos em um programa e uma estratégia pensados junto as lutas, buscando impulsioná-las, fortalecê-las num sentido libertário, ficaremos sempre enfraquecidos e à reboque dos que se organizam. E assim estávamos, correndo de um posto a outro como quem perdeu a hora. Vivendo das violências imediatas, como se o massacre do Estado regesse toda a nossa agenda, nosso grito.

Construir e defender uma organização à nível nacional e internacional, reunindo a militância anarquista presente nos vários fronts da classe trabalhadora, é uma necessidade para nós que defendemos uma revolução socialista construída na ação direta e na organização popular autônoma. Sem essa organização, somos incapazes de resistir ao Estado, de defender nossas idéias, de fazer o anarquismo se espalhar, como se espalha a vida quando a água molha as folhas. Elaborada como a plataforma de uma organização anarquista lançada para os militantes revolucionários que estão atuando no movimento social, buscamos apresentar um pouco da nossa concepção de anarquismo, de organização anarquista, porque acreditamos que ela é imprescindível, e como pretendemos torná-la uma máquina de guerra capaz de fortalecer e fomentar as lutas contra o capitalismo, o Estado e toda forma de opressão.

3 respostas a Documento de Fundação

  1. Sarah Hannah disse:

    Po, o link tá fora.

    :(

  2. ToloZero Anarquista disse:

    Não consigo baixar o documento pdf, se xs compas puderem me enviar por e-mail agradeço.

    Abraços libertários!

  3. Cainha disse:

    Resolvido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.